ESTUDO BIBLICO OS DANOS DA SEGUNDA MORTE.

 

Ap. 2: 11 (quem tem ouvidos ouça o que o espírito diz às Igrejas: o vencedor, de modo nenhum sofrerá os danos da segunda morte).

 

1ª parte – A primeira morte. Muito se tem estudado sobre esse versículo da palavra de Deus e ainda encontramos divergências acerca do seu real significado, foi pensando nesse detalhe que o Senhor Jesus deixou seu Espírito Santo para nos orientar e assim podermos entender aquilo que Ele quer de nós, mas, o espírito santo só atua naquele que deseja sua ação, isto significa dizer que, se eu aceito tudo que me é ensinado e não busco na santa Palavra, o Espírito Santo não vai interferir. Para nosso estudo, nós temos que em primeiro lugar fazer perguntas a nós mesmos, por exemplo: nesse caso, eis ai uma pergunta: qual é a segunda morte? (é a que vem depois da primeira) sem querer ser redundante, realmente, tem que haver a primeira morte, para haver a segunda. Analisemos: Gn. 2:17...no dia em que dela comeres, certamente morrerás. Palavras de Deus para Adão, Adão comeu, logo, Adão morreu, porque Deus não mente, analise bem o termo, Deus não disse no dia em que dela comeres, algum dia morrerás, Deus apresentou de imediato a causa e o efeito, comeres, morrerás; Pv. 19:16 – o que guarda o mandamento guarda a sua alma; mas o que despreza os seus caminhos, esse morre. Outra vez observamos a conseqüência imediata à causa, guardar viver; desprezar morrer. Em romanos 5:14-15; lemos que: Entretanto, reinou a morte...; 8:10 lemos, se, porém, Cristo está em vós, o corpo, na verdade está morto por causa do pecado, mas o espírito é vida por causa da justiça. Mas, o que podemos chamar de texto áureo desta meditação é o que lemos em Ef. 2:1 Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos pecados e delitos. O que aprendemos com isto? Observe, que não são poucos, os que acreditam que a segunda morte, é depois da nossa morte carnal, e haverá para quem não aceitou o Senhor Jesus como seu salvador, uma segunda morte e esta espiritual, pelo que lemos acima, houve uma primeira morte lá no jardim do Éden, observe que em Ef. 2:1 o apostolo diz que, Jesus nos deu vida, nós estávamos mortos, confirmando assim que houve uma primeira morte, Mt. 22:32, temos a palavra do Senhor Jesus afirmando que Deus é Deus de Abraão, Isaque e Jacó e acrescenta; Ele não é Deus de Mortos e sim de vivos, v. 32, Esse homens morreram? Isto é um fato, esses homens pecaram? Isto também é um fato, logo eles passaram pelas duas mortes, porém agora estão vivos, porque Deus não é Deus de mortos, em Lc. 1:79, lemos que jazíamos na sombra da morte, mas pela misericórdia de Deus fomos iluminados, a saber, aqueles que crêem no seu nome como diz Jo. 1:12b, ainda em Lc. 15: 24 vemos o pai do filho pródigo reconhecendo a 1ª morte de seu filho, mas fora resgatado pelo seu arrependimento, ou volta, estávamos mortos todos na primeira morte e fomos ressuscitados e agora pertencemos a Cristo para darmos frutos para Deus, Rm. 7:4 e a confirmação de nossa primeira morte está em Rm. 7:9 e Ap. 3:1. Gostaria de pedir que quem tomar conhecimento deste estudo, que pesquise, leia, medite e aplique, cada versículo aqui citado, você verá que realmente ninguém pode contestar que houve a primeira morte, porém com ela uma chance de reviver em Cristo Jesus.

 2ª parte: A segunda morte. Analisemos detidamente o versículo 11 do capítulo 2 de apocalipses, que diz: o vencedor de modo nenhum sofrerá os danos da segunda morte, observe que não diz: o vencedor de modo nenhum não passará pela segunda morte, e sim, não sofrera os danos da segunda morte, o que entendo, é que os danos estão ligados à segunda morte, ou seja, que tem a segunda morte e suas conseqüências, e, estas conseqüências são os danos, assim como na primeira morte os danos foram, sermos destituídos da graça de Deus, Rm. 3:23, veja que no texto, em análise, tem uma combinação de preposição de+artigo definido feminino singular a, desmembrando teríamos o seguinte: o vencedor de modo nenhum sofrerá os danos de (a segunda morte), ou ainda: os danos que tem a segunda morte, ainda no versículo 10 do mesmo capitulo 2 na parte final diz: sê fiel até à morte e dar-te-ei a coroa da vida, ou seja: podemos entender esse texto como: sê fiel até a(a morte), isto nos induz que devemos ser fiel até quando chegarmos lá na morte, porque dali pra frente tudo é com Deus, se formos julgados para bem ou para mal, Ap. 20. 12, se julgados para bem, a vida da segunda morte; para mal, os danos da segunda morte. Alguns argumentam que isto não é verdade, que a segunda morte é realmente para aqueles que morrem sem Cristo mesmo lendo na palavra, os danos da segunda morte, ou seja, as conseqüências naturais existentes na segunda morte, e, outros vão mais longe ao afirmarem que, o Senhor Jesus afirmou em Lc. 9:27 que alguns não passariam pela morte até que vejam o reino de Deus, ora, se o que o Senhor quis dizer é, que alguns não morrerão, isto significa que, eles não passarão pela morte, e isto, não separa os danos da segunda morte, porém se Ele quis dizer que, até, significando dizer mais ou menos assim: Ora alguns que aqui se encontram estão na primeira morte, porém verão a Deus antes de chegarem ao vale da sombra da segunda morte, ou seja, serão convertidos ao Evangelho antes que aconteça a segunda morte, porque isto? Porque na primeira morte, Deus ofereceu uma chance de o homem se reconciliar com Ele, enviando seu filho Unigênito para cumprir o que a lei determina e que o homem não podia cumprir, Ez. 18:4b, agora, o nosso sumo sacerdote, fez a expiação completa, e depois nos consagrou, como cheiro suave para Deus, 2Co. 2:15-16.

 

CONCLUSÃO.

Por tudo que analisamos acima e pelo desenvolvimento dos temas, chegamos a conclusão, salvo melhor juízo, que realmente tivemos uma primeira morte, Ef. 2:1, com chance de reabilitação, e teremos uma segunda morte para abandonarmos esse corpo mortal e nos revestirmos do corpo imortal, 1Co. 15:52-54. Num momento, num abrir e fechar d’olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptível e nós seremos transformados. Porque é necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que o corpo mortal se revista da imortalidade. E, quando este corpo corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal se revestir de imortabilidade, então, se cumprirá a palavra que está escrita: tragada foi a morte pela vitória. Ei, mas espere ai, dirá alguém, e o que diz em Hebreus? Hb. 9:27- E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disso o juízo.- Ora, voltando para o inicio de tudo, quando Deus falou com Adão, se comeres morrerás; Gn. 2:17 e se reportando a Ef. 2.1 mortos em vossos pecados, morremos todos em Adão, logo, não podemos morrer outra vez, quem se arrepende e pede perdão em Jesus, estará justificado e não poderá morrer outra vez porque não mais voltará a cometer o erro de ser afastado de Deus, esse não sofrerá o dano da segunda morte, e quem não se arrependeu, esse não morrerá porque já está morto Ef. 2:1 apenas sofrera o dano da segunda morte. Portanto, o que está explicito em Hebreus 9:27 é espiritual, não há como morrer outra vez, a morte ali, porém, nunca será fisicamente. Observe que o que mostra no trecho de 1Coríntios 15:52-54, que ainda não houve dano nenhum, todos serão ressurretos, uns para a gloria e outros para perdição eterna, porque nesta segunda morte , física, diferente da primeira, Espiritual, não haverá outra chance, plagiando o estudante nas universidades, não haverá segunda chamada, quem foi aprovado foi, quem não foi, o seu destino é o que encontramos em Ap. 21:8 o lago de fogo preparado para o diabo e seus anjos. Assim chegamos a uma conclusão clara, em Adão todos nós morremos espiritualmente, porém com chance de redenção; no fim de tudo, todos morreremos fisicamente sem chance alguma de rever o que fizemos, para os que se arrependeram, o Rei colocará à sua direita e lhes dirá: vinde benditos de meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparada desde a fundação do mundo. Mt. 25:34 – Ou, dirá aos que estão à sua esquerda, os que não se arrependeram: apartai-vos de mim malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos, Mt. 25:41, isto, segundo a palavra, Ap. 20:8 é a segunda morte, ou os danos da segunda morte.

 

Rio de Janeiro, 12 de março de 2007.

Estou aberto às críticas e sugestões

O Autor Olavo Freitas Sobreira

sobreiraolavo@zipmail.com.br

www.estudosbiblicosnolar.net